.
stereo (2K)
2006/04/15

The End


Há sempre um tempo para tudo, refere o famoso Livro de Eclesiastes. Houve um tempo em que "A Forma do Jazz" surgiu como o primeiro blog português sobre jazz. Houve um tempo em que, com muito gosto, partilhei opiniões sobre músicos, discos e concertos. Houve um tempo em que recebi elogios e também algumas críticas. Neste momento, um conjunto de factores (no topo dos quais está a falta de disponibilidade necessária) leva-me a encerrar definitivamente este espaço. Nestes quase três anos por aqui passaram muitas músicas e algumas boas amizades. Da minha parte vou continuar a escrever sobre a música que gosto - podem encontrar-me na webzine bodyspace.net, na revista Mondo Bizarre e também na revista jazz.pt. Um agradecimento a todos que, atrás das 75 mil visitas, que deram vida a isto. Vemo-nos por aí!

Um grande abraço,
Nuno Catarino

Discos Essenciais


Não é a lista definitiva dos melhores discos de jazz de sempre, mas são alguns discos de que gosto muito e que muito contribuíram para a evolução do jazz. Reunidos sem qualquer ordenação hierárquica, são todos, claramente, de audição obrigatória.

Ornette Coleman: "The Shape Of Jazz to Come" [Atlantic, 1959]
Chick Corea: "Now He Sings, Now He Sobs" [Blue Note, 1968]
Dexter Gordon: "Go" [Blue Note, 1962]
Robert Johnson: "King of the Delta Blues Singers" [Columbia, 1966]
John Coltrane: "Ascension" [Impulse, 1965]
Miles Davis: "In A Silent Way" [Columbia, 1969]
Sun Ra: "Space Is the Place" [Impulse, 1972]
Duke Ellington, Charles Mingus & Max Roach: "Money Jungle" [Blue Note, 1962]
Archie Shepp: "Attica Blues" [Impulse, 1972]
Charles Mingus: "The Black Saint and the Sinner Lady" [Impulse, 1963]
Dizzy Gillespie: "Afro" [Norgran, 1954]
Albert Ayler: "Spiritual Unity" [ESP-Disk, 1965]
Nina Simone: "Nina Simone and Piano!" [RCA, 1969]
Art Ensemble of Chicago: "Les Stance À Sophie" [Universal Sound, 1970]
Billie Holiday: "Lady In Satin" [Columbia, 1958]
Rashied Ali & Frank Lowe: "Duo Exchange" [Survival/Knitting Factory, 1972]
Chet Baker: "The Best of Chet Baker Sings" [Pacific Jazz, 1953]
Keith Jarrett: "The Köln Concert" [ECM, 1975]
Thelonious Monk: "Genius of Modern Music" [Blue Note, 1947]
Spring Heel Jack: "Live" [Thirsty Ear, 2003]

Discos Essenciais #20


O free jazz e a pós-modernidade.


Spring Heel Jack: "Live"
c/ Matthew Shipp, Evan Parker, Jason Spaceman, William Parker & Han Bennink
[Thirsty Ear, 2003]

Richard Leo Johnson




Uma óptima surpresa da Cuneiform...

Discos Essenciais #19


O piano e o bebop.


Thelonious Monk: "Genius of Modern Music"
[Blue Note, 1947]

2006/04/11

LEFT



É já amanhã!

Bernardo Sassetti "Alice"


No Teatro Maria Matos foi assim...

Entrevista: Joana Machado




No bodyspace.

2006/04/05

Rescaldo da Festa



A 4ª Festa do Jazz do São Luiz foi assim...

2006/03/30

Jazz'n'Funk @ LEFT




No dia 12 de Abril, quarta-feira, estarei a passar música no Bar Left. A entrada é livre, a música também - promete-se muito jazz e alguns toques de soul e funk. Estão todos convidados.

www.leftbar.net

Um Toque de Jazz, Programação de Abril


Sábado, 01.04.06 – Charlie Mingus – Um livre pensador do jazz moderno (1) – Os 50 anos das gravações completas em estúdio para a Atlantic (1956-1961). 1º. Programa.

Domingo, 02.04.06 – Concertos Europeus (1) – A cantora italiana Roberta Gambarini com Roy Hargrove (trompete, Slide Hampton (trombone), Johnny Griffin (sax-tenor), Eric Gunnison (piano) e Willie Jones III (bateria), no Festival de Jazz de Salzau (Alemanha) em 03.07.04. Gravação Eurorádio.

Sábado, 08.04.06 – Charlie Mingus – Um livre pensador do jazz moderno (2) – Os 50 anos das gravações completas em estúdio para a Atlantic (1956-1961). 2º. Programa.

Domingo, 09.04.06 – Concertos Europeus (2) – A European Youth Jazz Orchestra dirigida por Vic Vogel numa homenagem a Oscar Peterson pelo seu 80º. Aniversário, em Vancouver (Canadá) em 27.05.05. Gravação Eurorádio.

Sábado, 15.04.06 – Charlie Mingus – Um livre pensador do jazz moderno (3) – Os 50 anos das gravações completas em estúdio para a Atlantic (1956-1961). 3º. Programa.

Domingo, 16.04.06 – Concertos Europeus (3) – O Snow Owl Quartet do contrabaixista Juan Garcia Herreros, com Greg Osby (sax-alto), Edward Simon (piano) e Terry Lyne Carrington (bateria) no Festival de Jazz Intöne (Diersbach, Áustria) em 14.05.05.

Sábado, 22.04.06 e Domingo, 23.04.06 – NÃO HÁ PROGRAMA (GRANDE FESTA DA MÚSICA – CCB)

Sábado, 29.04.06 – Charlie Mingus – Um livre pensador do jazz moderno (4) – Os 50 anos das gravações completas em estúdio para a Atlantic (1956-1961). 4º. Programa.

Domingo, 30.04.06 – O pianista norte-americano Fred Hersch num recital a solo no Concertgebouw (Amesterdão) em 03.10.03. 1ª. Parte. Gravação Eurorádio.

Imperdível!



2006/03/29

Sight On Sound




A Mondo Bizarre vai levar a cabo uma exposição do artista e músico norte-americano Tim Kerr (http://www.timkerr.net). A exposição intitula-se "Sight On Sound" e apresenta cerca de uma vintena de trabalhos originais, em técnica mista sobre capas de discos e vinil. A mostra estará patente na Trem Azul Jazz Store, em Lisboa (Rua do Alecrim, 21 A - tel. 21 34 23 141 - www.tremazul.com) de 1 a 30 de Abril.

VGO @ ZDB


Sábado, dia 1 de Abril, às 23h00, no âmbito das Mass_Free_Ensemble Sessions, sob a direcção de Ernesto Rodrigues, na galeria ZDB apresenta-se a Variable Geometry Orchestra.

«A música produzida pela VARIABLE GEOMETRY ORCHESTRA resulta do jogo do material acústico versus o electrónico, numa contínua busca de pequenos detalhes e significados - o som rompe do silêncio para nele voltar a mergulhar.
Com esta organização formal do caos, tenta-se aplicar novos conceitos de indeterminação e composição instantânea, através da erupção assimetricamente alternada de momentos de som e silêncio (ausência de som identificável) com predominância para estes últimos, ­seja pela emissão de sons de características subliminares e psico-acústicas, seja pela completa ausência de sons, permitindo assim aos músicos recuperar o seu ritmo natural de respiração e sentido aleatório de pulsação, bem como escutar toda a espécie de acontecimentos sonoros que estejam a ocorrer nesse preciso momento no espaço envolvente, ou então simplesmente escutar o que outro músico tenha começado, entretanto, a fazer, sem a preocupação de responder imediatamente e assim encher de forma inútil o espaço sonoro».

CRUde



Joana Machado: "CRUde"
[Tone of a Pitch, 2006]

Uma feliz revelação.

Best Jazz since 2003

Powered by Blogger


.
A Forma do Jazz
fotografia

E-mail 

Colaborações
Links
Arquivo




design: aflyintheweb.com